Quarta, 07 de Dezembro de 2022
23°

Pancada de chuva

Plácido de Castro - AC

Saúde Seja um doador

Saiba o que é necessário para se tornar um doador de sangue

Com a proximidade do Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, especialista explica que Copa e férias diminuem o volume de doações

23/11/2022 às 12h17
Por: Redação Fonte: R7
Compartilhe:
Doações são extremamente importantes no período de férias e festas de fim de ano | FREEPIK
Doações são extremamente importantes no período de férias e festas de fim de ano | FREEPIK

As doações de sangue são imprescindíveis em qualquer época do ano. Porém, em datas perto de férias e grandes eventos, como a Copa do Mundo, é exigido um esforço dobrado para aumentar o estoque dos bancos de sangue.

"Frequentemente, observa-se uma diminuição de doações de sangue nos períodos de férias, feriados prolongados e festas de fim de ano, quando muitas pessoas viajam. Também é comum a queda de doações em períodos de frio intenso, quando as pessoas evitam sair de casa", conta o gerente-executivo do banco de sangue da BP — Beneficência Portuguesa de São Paulo, André Larrubia.

Pensando nisso e em preparação para o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, celebrado em 25 de novembro, separamos algumas dicas para quem pretende ajudar a salvar vidas.

"A doação voluntária de sangue é fundamental para garantir que pacientes que necessitem de transfusão possam ser atendidos integralmente, principalmente aqueles que são submetidos a cirurgias de grande porte ou tratamento de câncer", reforça Larrubia.

Além disso, o inciso IV do artigo 473 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) prevê que os trabalhadores que doarem sangue possam ter o dia abonado — uma vez a cada 12 meses. 

Quem pode doar sangue?

De modo geral, pessoas de 16 a 69 anos que pesam mais de 50 kg estão em condições consideradas boas para a doação de sangue. Esses não são os únicos critérios adotados pelos postos de coleta, mas os outros são relacionados mais intimamente ao voluntário.

"Todos os demais critérios para doação serão abordados na entrevista, como o uso de medicações, histórico de saúde e hábitos de vida", explica o gerente.

A pandemia de Covid-19 também trouxe novas abordagens e avaliações para o processo de doação. Em caso de sintomas gripais sem o diagnóstico de Covid, a pessoa deve esperar duas semanas a partir da melhora dos sintomas para doar.

Quem teve contato com indivíduos infectados pelo coronavírus deve aguardar 14 dias — a contagem começa logo após a data em que houve o encontro com o infectado — e, em caso de resultado negativo após esse período, a pessoa estará apta a doar.

Pessoas que foram diagnosticadas com Covid devem esperar 30 dias, a partir do momento da melhora dos sintomas, para se dirigir a um posto de doação.

Vacinas

No caso das vacinas, cada uma tem um período de espera específico para que a doação de sangue possa acontecer. O imunizante contra a gripe exige um período de espera de 48 horas após a dose para uma doação segura.

As vacinas contra a Covid-19 também têm atenção especial. Cada uma possui um período de espera. São eles:

• CoronaVac (Sinovac/Butantan): 48 horas após cada dose;
• AstraZeneca/Fiocruz: 7 dias após cada dose;
• Pfizer: 7 dias após cada dose;
• Janssen: 7 dias após cada dose.

Para doar sangue, orienta Larrubia, basta ter em mãos "um documento original com foto, em formato físico ou digital (a foto do documento não serve como comprovante). Candidatos menores de 18 anos precisam da declaração de um responsável, cujo modelo pode ser obtido nos websites dos bancos de sangue".

 

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.