Domingo, 14 de Abril de 2024
22°C 33°C
Plácido de Castro, AC
Publicidade

Com enfoque na migração, Ministério da Saúde vem ao Acre dialogar e buscar referências

Nos últimos anos, o Acre tem se destacado quanto à questão migratória no Brasil. O estado, que faz fronteira com a Bolívia e o Peru, tem se tornado...

05/06/2023 às 12h30
Por: Informativo Plácido Fonte: Secom Acre
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre

Nos últimos anos, o Acre tem se destacado quanto à questão migratória no Brasil. O estado, que faz fronteira com a Bolívia e o Peru, tem se tornado um dos principais pontos de passagem para refugiados e migrantes que querem entrar no país.

O governo do Acre, por meio das secretarias de Saúde (Sesacre) e de Assistência Social e Direitos Humanos (Seasd), por exemplo, tem acompanhado a situação dessas comunidades que estão em trânsito e realizado ações de acolhimento e atendimento aos migrantes.

Migrantes chegam ao Acre pela fronteira com o Peru, em Assis Brasil. Foto: Neto Lucena/Arquivo Secom
Migrantes chegam ao Acre pela fronteira com o Peru, em Assis Brasil. Foto: Neto Lucena/Arquivo Secom

Com o objetivo de conhecer esses serviços e dialogar sobre fortalecimento da Rede de Saúde do Estado, com enfoque na migração, 11 técnicos do Ministério da Saúde (MS) chegaram ao Acre nesta segunda-feira, 5.

“O Ministério já vem discutindo o atendimento aos imigrantes e refugiados. A gente sabe que já existe uma organização do estado há bastante tempo e é importante essa aproximação e cooperação, para debatermos e até mesmo nos inspirarmos para políticas públicas em nível nacional”, disse a técnica da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do MS, Maykeline Leite.

As equipes se dividirão em visitas aos municípios da tríplice fronteira e Rio Branco. Foto: Odair Leal/Sesacre
As equipes se dividirão em visitas aos municípios da tríplice fronteira e Rio Branco. Foto: Odair Leal/Sesacre

Com extensa programação para os próximos três dias, juntamente a profissionais da Sesacre, os técnicos se dividirão em duas equipes. Um dos grupos visitará as cidades de fronteira, como Assis Brasil, Brasileia e Epitaciolândia, e o outro, Rio Branco.

“É muito importante para o estado receber o Ministério da Saúde. Isso vem para fortalecer os nossos trabalhos, as ações que já vêm sendo desenvolvidas desde a Atenção Primária até a Atenção Especializada”, declarou a coordenadora em Saúde da Regional do Baixo Acre, Domisy Vieira.

A coordenadora em Saúde da Regional do Baixo Acre, Domisy Vieira. Foto: Odair Leal/Sesacre
A coordenadora em Saúde da Regional do Baixo Acre, Domisy Vieira. Foto: Odair Leal/Sesacre

A equipe do MS é composta por assessores técnicos das secretarias de Atenção Primária à Saúde (Saps), de Saúde Indígena (Sesai), de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA) e de Atenção Especializada à Saúde (Saes).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Plácido de Castro, AC
30°
Tempo nublado

Mín. 22° Máx. 33°

35° Sensação
2.74km/h Vento
70% Umidade
100% (7.42mm) Chance de chuva
07h32 Nascer do sol
07h25 Pôr do sol
Seg 32° 23°
Ter 35° 23°
Qua 31° 24°
Qui 32° 23°
Sex 31° 22°
Atualizado às 15h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,12 +0,00%
Euro
R$ 5,46 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,10%
Bitcoin
R$ 354,045,03 -2,51%
Ibovespa
125,946,09 pts -1.14%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade