Domingo, 14 de Abril de 2024
22°C 33°C
Plácido de Castro, AC
Publicidade

Projeto aumenta rigor no descarte de baterias de produtos eletrônicos

Projeto em análise no Senado torna mais rigorosas as regras para o descarte de pilhas e baterias de produtos eletrônicos ( PL 194/2024 ). Autor do ...

26/02/2024 às 09h09
Por: Informativo Plácido Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Fabricantes e comerciantes de pilhas e baterias deverão implantar sistema de logística reversa, determina proposta - Foto: Marcello Casal Jr
Fabricantes e comerciantes de pilhas e baterias deverão implantar sistema de logística reversa, determina proposta - Foto: Marcello Casal Jr

Projeto em análise no Senado torna mais rigorosas as regras para o descarte de pilhas e baterias de produtos eletrônicos ( PL 194/2024 ). Autor do texto, o senador Wilder Morais (PL-GO) afirma que o objetivo da proposta é regular a produção e a destinação final de baterias de aparelhos, como celulares etablets, para diminuir o impacto ambiental desses itens.

O projeto altera a legislação sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos ( Lei 12.305, de 2010 ), que já estabelece que pilhas e baterias precisam ser incorporadas em sistemas de logística reversa, ou seja, com o retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana. A implementação do sistema é responsabilidade de fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes.

Pelo texto, os fabricantes de baterias deverão informar aos usuários finais sobre a forma de substituição dos itens e sobre a proporção de seus materiais componentes. O processo de fabricação deverá seguir parâmetros que garantam a reciclagem dos componentes.

A proposta estabelece prazo até 1º de janeiro de 2028 para a fabricação e venda de baterias portáteis de produtos eletrônicos que sejam “facilmente removidas e substituídas pelo próprio usuário final”. A regra visa, segundo o autor, evitar que “milhões de aparelhos eletrônicos sejam precocemente inutilizados, como hoje se observa, devido à dificuldade de substituição de suas baterias”.

O projeto também busca promover sustentabilidade ao incentivar a reciclagem dos materiais componentes de baterias e pilhas, como lítio, cobalto, níquel e cobre, que são considerados perigosos para a saúde e para o meio ambiente.

“A proposta alinha-se com o que se denomina economia circular, que abrange todo o ciclo de vida de um produto, evitando-se desperdícios e um consumo desnecessário de novos aparelhos eletrônicos, de modo a proteger o meio ambiente, evitar o descarte de produtos altamente tóxicos presentes em materiais componentes de baterias e incentivar a recuperação e reciclagem desses componentes”, afirmou Wilder Morais na justificativa do projeto.

A proposta ainda aguarda a distribuição, pela Mesa do Senado, à análise das comissões temáticas da Casa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Plácido de Castro, AC
25°
Parcialmente nublado

Mín. 22° Máx. 33°

26° Sensação
1.21km/h Vento
90% Umidade
100% (7.42mm) Chance de chuva
07h32 Nascer do sol
07h25 Pôr do sol
Seg 32° 23°
Ter 35° 23°
Qua 31° 24°
Qui 32° 23°
Sex 31° 22°
Atualizado às 18h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,12 +0,00%
Euro
R$ 5,46 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,10%
Bitcoin
R$ 355,422,70 -2,13%
Ibovespa
125,946,09 pts -1.14%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade