Domingo, 19 de Maio de 2024
21°C 34°C
Plácido de Castro, AC
Publicidade

Palácio das Secretarias receberá exposição de trabalhos do artista popular José Matos

O governo do Acre, por meio das secretarias de Estado de Administração (Sead) e de Planejamento (Seplan), apresentará a mais recente exposição do r...

15/05/2024 às 17h03
Por: Redação Fonte: Secom Acre
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre

O governo do Acre, por meio das secretarias de Estado de Administração (Sead) e de Planejamento (Seplan), apresentará a mais recente exposição do renomado artista José Matos, intitulada “Exposição Resgate”. A mostra estará aberta para visitação a partir de terça-feira, 21, às 9h, na Galeria de Arte do Palácio das Secretarias. Como parte especial do evento de abertura, haverá uma apresentação de dança cigana conduzida pela professora Paula Santos.

José da Silva Matos, membro da Associação de Artistas Plásticos do Acre (Aapa), nasceu na capital acreana em 24 de janeiro de 1964 e é autodidata. Seguindo os princípios da arte naïf, suas pinturas retratam predominantemente o ambiente rural da região, o cotidiano dos seringueiros e agricultores. Suas obras derivam das memórias de sua infância, um passado ao qual sempre retorna, e de seu presente.

Obras com curadoria da Associação de Artistas Plásticos do Acre (Aapa). Foto: Ascom/Sead
Obras com curadoria da Associação de Artistas Plásticos do Acre (Aapa). Foto: Ascom/Sead

Sua nova exposição é um retorno às pinturas. Após anos sem pintar, volta com um olhar mais maduro e atento. José Matos conta que suas novas obras são das suas andanças: “Eu parei de pintar por oito anos. Mas comecei a pensar novamente, esse tempo que tive escondido pela floresta, estava criando novas ideias, observando novas paisagens, fiz muita pescaria, acrescentou na minha arte. Minhas obras são sobre a floresta, as chácaras, aquelas colônias que andei. Então, eu andava por elas e botava no papel, e falava “um dia eu vou pintar novamente, eu vou pintar isso aqui”. Eu retrato a vida na região Norte, dentro da floresta, no interior, a vida do agricultor, as minhas vivências”.

Artista José Matos mostrando uma casa de seringal. Foto: Ascom/Sead
Artista José Matos mostrando uma casa de seringal. Foto: Ascom/Sead

Sua carreira o estabeleceu como um dos principais artistas do movimento de arte naïf na região, sendo reconhecido não apenas no Acre, mas também em âmbito nacional por suas participações frequentes na Bienal Brasileira de Arte Naïf e em exposições itinerantes em espaços culturais de São Paulo.

Arte naïf

A arte naïf busca expressar a realidade de forma única e não naturalista, com cores vibrantes e proporções distorcidas. No Brasil, artistas como Djanira, Heitor dos Prazeres e Hélio Melo representam esse estilo. A arte naïf captura cenas do cotidiano de maneira significativa, oferecendo uma visão autêntica do mundo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Plácido de Castro, AC
25°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 34°

26° Sensação
1.14km/h Vento
76% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h36 Nascer do sol
07h13 Pôr do sol
Seg 33° 22°
Ter 32° 19°
Qua 34° 20°
Qui 35° 24°
Sex 33° 22°
Atualizado às 07h05
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,10 +0,00%
Euro
R$ 5,56 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 361,723,33 -0,05%
Ibovespa
128,150,71 pts -0.1%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade