Quarta, 18 de Maio de 2022
16°

Muitas nuvens

Plácido de Castro - AC

Geral Mega Curioso

6 crimes que você talvez tenha cometido e não sabia

Aqui listamos alguns crimes que você pode ter cometido sem ao menos saber.

23/01/2022 às 09h59
Por: Agência Plácido Fonte: Mega Curioso
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

Podemos, inadvertidamente, ter cometido alguma espécie de crime sem saber. Não estamos falando de nenhum tipo de crime como estacionar em local proibido ou depositar lixo em área restrita, mas daqueles que nem mesmo sabemos que são violações da lei.

Mesmo que tentemos nos manter nos limites da lei, a mudança e as diferentes configurações na legislação em cada um dos diferentes entes da federação pode fazer com que, vez ou outra, cometamos um erro. Aqui listamos alguns crimes que você pode ter cometido sem ao menos saber. Confira.

1. Cantar parabéns em público

(Fonte: Mensagens com Amor)(Fonte: Mensagens com Amor)

Em algumas cidades brasileiras, certos restaurantes são famosos pelas celebrações de aniversários, em que os atendentes fazem longas e barulhentas cantorias para o aniversariante.

Acontece que a música "Parabéns a você" é protegida por direitos autorais desde o ano de 1935, pela Summy Company, adquirida em 1988 pela Warner Music. Essa é uma razão para que filmes, livros e programas de TV não reproduzam a celebração de aniversários com a canção. Certamente um aniversário sem cantar parabéns é um aniversário sem graça.

2. Mascar chiclete

 


(Fonte: Gota Mais)(Fonte: Gota Mai

Ninguém ousaria dizer que mascar chiclete é ilegal, entretanto o ato de cuspir a goma depois de mascá-la, esse sim, é um crime em vários estados do EUA.

Em locais como a Disneylândia, por exemplo, as lojas do parque de diversões nem mesmo comercializam o produto. Quem comete joga chiclete no chão, ruas ou rodovias pode, por exemplo, pegar seis meses de prisão, ou até uma multa no valor de mil dólares.

3. Xingar

(Fonte: Sbie)(Fonte: Sbie)

Sabemos que entre amigos, a prática de xingar pode ser até definida como um ato de carinho. Pois em West Virginia, estado norte-americano, o ato de xingar em público gera uma multa no valor de US$ 1 para cada palavrão emitido.

Já na cidade de Rockville, em Maryland, é proibido, especificamente, xingar nas rodovias. Em Baltimore, no mesmo estado, é proibido xingar dentro dos limites da cidade. Leis deste tipo são questionadas constantemente, pois são apontadas como violações da liberdade de expressão.

4. Aromatizador de carro

(Fonte: Carro de Garagem)(Fonte: Carro de Garagem)

Em Nova Jersey, pendurar objetos no interior do seu carro é um ato ilegal. Isso vale para aqueles aromatizantes de carro, mas também para dados e bonecos. A razão apontada para tornar isto um crime é que objetos podem prejudicar sua visão enquanto dirige.

E é importante frisar que a lei não fala apenas do retrovisor frontal: pendurar objetos em quaisquer janelas, sejam laterais ou traseiras, é um crime. Ou seja, os habitantes da cidade precisam procurar outras maneiras de deixar seu veículo cheiroso e/ou estiloso.

5. Atirar bolas de neve

(Fonte: Russia Beyond)(Fonte: Russia Beyond

A neve percorre o imaginário coletivo, inclusive em países onde é rara ou mesmo inexistente. Montar bonecos de neve, andar de esqui ou com veículos específicos, fazer uma guerra de bolas de neve.

Esses atos foram sendo eternizados em nossa memória afetiva por conta de muitos filmes e seriados. Acontece que, em Nova York, arremessar uma bola de neve em alguém é considerado uma agressão, passível de punição com prisão.

6. Perturbação sonora

(Fonte: Jusbrasil)(Fonte: Jusbrasil)

Quem vive em apartamentos e conjuntos residenciais está acostumado com as regras que visam preservar a boa convivência entre os vizinhos. Já nos Estados Unidos, a lei é bem mais rígida quando o assunto é barulho.

Em alguns estados, não é apenas o som emitido em sua casa que pode ser considerado ilegal, mas também os ruídos que você emita na rua, como o som alto de conversa, por exemplo.

No caso de uma denúncia, você pode ser condenado a pagar uma multa — e nem ouse xingar o reclamante, pois até isso pode ser passível de punição. A concretização da reclamação exige comprovação de que o nível máximo de decibéis foi ultrapassado, mas não vale a pena correr o risco.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.