Segunda, 26 de Fevereiro de 2024
22°C 24°C
Plácido de Castro, AC
Publicidade

Ex-vereador e pecuarista, João Goiano é assassinado no curral de sua fazenda, no ramal Mendes Carlos 2, na zona rural de Plácido de Castro

O caso envolto de mistérios, deverá ser investigado pela Polícia Civil.

08/02/2024 às 11h53 Atualizada em 08/02/2024 às 12h59
Por: Informativo Plácido
Compartilhe:
João Lopes Ferreira, o João Goiano - Foto: Arquivo pessoal (14/02/2023)
João Lopes Ferreira, o João Goiano - Foto: Arquivo pessoal (14/02/2023)

Por Franchesco Lourenço Alves

Um crime com características de latrocínio, chocou a população de Plácido de Castro, na manhã desta quinta-feira (8). O ex-vereador e pecuarista João Lopes Ferreira, conhecido como João Goiano, de 74 anos, foi morto no curral de sua fazenda, localizada no ramal Mendes Carlos 2, na zona rural do município. Segundo a polícia, ele foi atingido por dois tiros na região das costelas, disparados por um criminoso que o aguardava no local.

O crime ocorreu no momento em que a vítima se dirigia ao curral para alimentar os animais, uma vez que morava sozinho. De acordo com o apurado, a polícia teria encontrado restos de cigarros e um item usado para forrar o chão logo atrás do curral, o que pode indicar que o pistoleiro teria permanecido por algumas horas no local, antes de abordar Goiano, que ao ser atingindo, caiu de bruços sobre a lama.

A casa da vítima também foi revirada de ponta-a-ponta. Armas de propriedade do pecuarista, bem como um veículo, foram roubados. Ao tomar conhecimento do crime, a Polícia Militar foi deslocada e isolou a área aguardando a chegada da perícia criminal e o IML para remoção do cadáver.

João Goiano era uma figura conhecida na região, onde tinha uma vasta propriedade rural e criava gado de leite e corte, além de ser criador de peixes, principalmente o Pirarucú, que vendia para os frigoríficos do estado do Acre. Na Câmara de Vereadores de Plácido de Castro, ele legislou por dois mandatos no início dos anos 90. Ele era divorciado e tinha cinco filhos. 

O caso envolto de mistérios, deverá ser investigado pela Polícia Civil.

O grande pecuarista

Nascido em Palmeiras, no Estado de Goiás, João Goiano tem uma história de grande sucesso no ramo da pecuária, principalmente na região do ramal Mendes Carlos II, zona rural de Plácido de Castro. Depois de ser vereador por duas legislaturas, concorreu por uma vez, ao lado de Roney Firmino ao cargo de vice-prefeito, sendo derrotado, mas com recebimento de amplos votos nas urnas. Posteriormente, lançou chapa própria e mais uma vez, não saiu vitorioso.

O então fazendeiro, chegou a ser militar do Exército Brasileiro e também empresário do ramo de Postos de Combustíveis, capital Goiânia. Com a renda dos postos de combustíveis em mãos, resolveu se mudar para o estado do Tocantins, onde fez aplicação na compra de terras e gado. Na cidade de Arapoema, prosperou como fazendeiro e, recebendo algumas propostas para venda de suas terras, aceitou uma delas e de posse do dinheiro, mudou-se para o estado do Mato Grosso, onde fez aplicação na compra de novas terras e animais.

Decorridos alguns anos, obteve, através de amigos, a informação de que no estado do Acre havia a venda de algumas terras a preço abaixo do valor de mercado, foi quando então resolveu arrumar as malas e fazer parte do povoado acreano. 

Mendes Carlos 2

Além da criação de vacas leiteiras e gado de corte, João Goiano investia na criação de suínos e peixes, incluindo o pirarucu que é um dos maiores peixes de águas doces fluviais e lacustres do Brasil. Ao todo, o produtor rural, foi responsável pela construção de um império avaliado em mais de 30 milhões de reais ao longo de sua vida.

Com o passar dos anos, o pecuarista cresceu como pecuarista no ramal Mendes Carlos II, comprou outras propriedades no entorno de suas terras e fez com que a sua fazenda, atualmente seja a maior da localidade, possuindo inúmeras hectares e sendo avaliada em mais de 22 milhões de reais. 

Acidente de Trabalho 

No ano de 2021, o ex-vereador caiu de um cavalo de sua propriedade quando passava com o animal por cima de uma ponte e sofreu traumatismo craniano. Devido a gravidade da lesão, foi encaminhado ao estado de Goiânia, em busca de atendimento médico. Após melhoras, voltou para Plácido de Castro, onde passou a ter desavenças com vizinhos, principalmente depois de um de seus cavalos, avaliado em torno de R$: 50.000,00, ter sido morto com 1 tiro de espingarda na região do pescoço. Além de ter se deparado, sengundo ele contou, com o furto de 20 bois de corte e entre 8 e 10 mil quilos de peixes.

Justiça

Após esses episódios, o pecuarista acionou advogados e buscava reparação de danos junto aos tribunais acreanos. No ano de 2022, durante reportagem produzida pelo Site Informativo Plácido, João Goiano anunciou que estava indo embora de vez do Acre para o Estado de Goiânia, onde possui um caríssimo apartamento. No entanto, após passar alguns meses, retornou ao ramal Mendes Carlos 2, onde viveu a vida inteira e de forma covarde, foi assassinado na manhã desta quinta-feira, 8 de fevereiro de 2024.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Plácido de Castro, AC
24°
Tempo nublado

Mín. 22° Máx. 24°

25° Sensação
0.63km/h Vento
92% Umidade
97% (6.42mm) Chance de chuva
07h31 Nascer do sol
07h51 Pôr do sol
Ter 27° 21°
Qua 29° 21°
Qui 31° 21°
Sex 24° 22°
Sáb 30° 21°
Atualizado às 08h13
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,99 -0,03%
Euro
R$ 5,42 +0,24%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,98%
Bitcoin
R$ 272,093,82 +0,73%
Ibovespa
129,241,24 pts -0.14%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade