Quarta, 17 de Agosto de 2022
35°

Poucas nuvens

Plácido de Castro - AC

Entretenimento De volta aos anos 80

Músicas internacionais dos anos 80. Relembre 15 hits que marcaram a década

Não há como negar que uma das Eras mais emblemáticas e marcantes da indústria musical mundial foi a década de 80.

04/07/2022 às 16h39
Por: Agência Plácido Fonte: Antena 1
Compartilhe:
Reprodução: Google Imagens
Reprodução: Google Imagens

Não há como negar que uma das Eras mais emblemáticas e marcantes da indústria musical mundial foi a década de 80. Uma variedade gigantesca de singles, como clássicos do rock e as lindas declarações românticas, conquistou milhares de amantes de música pelo mundo que compartilham sua paixão até os dias de hoje. Afinal, uma vez um hit, sempre um hit!

Por isso, que tal relembrar com a Antena 1 alguns dos singles de sucesso que definitivamente marcaram os anos 80? Confira:

Thriller — Michael Jackson

A canção lançada no início da década de 80, do inigualável e lendário Rei Do Pop, Michael Jackson, deu o que falar com o seu videoclipe que foi eleito diversas vezes porinúmeras revistas especializadas em música como o melhor e mais bem sucedido vídeo de todos os tempos.

Além disso, a música também chegou a aparecer em vários dos álbuns de maiores sucessos do cantor, e já foi regravada por artistas mais renomados e reconhecidos da indústria. Curiosamente "Thriller" é considerado o terceiro maior hit de sucesso de Jackson, ficando atrás apenas de "Billie Jean" e "Black Or White".

Sem contar que a canção é a terceira mais premiada da história, rendendo ao artista 23 estatuetas, sendo superada apenas por "Shallow" de Lady Gaga, com 32 estatuetas, e "Formation" de Beyoncè, com 28.

Livin’ On a Prayer — Bon Jovi

E é claro que não poderia ficar de fora uma das bandas mais memoráveis do estilo musical hard rock, Bon Jovi! E como esquecer da introdução insuperável do guitarrista Peter Frampton, com a famosa técnica da guitarra falada.

Além disso, o próprio vocalista do grupo, Jon Bon Jovi, contou na época para os grande tablóides da música, sobre o significado por trás da música dizendo que "trata da maneira que dois jovens – Tommy e Gina – encaram os problemas da vida e como seu amor e seus planos os guiam durante os tempos difíceis".

Na parada Billboard Hot 100 Anniversary, o single foi colocado na 46ª posição como as melhores canções de rock de todos os tempos. Sem contar que a partir do momento em que "Livin' On A Prayer" foi lançado para download, chegou a vendar aproximadamente 3,4 milhões de cópias digitais nos Estados Unidos em novembro de 2014.

Like A Virgin — Madonna

Uma das primeiras canções que vem a cabeça quando é mencionado o gênero dance-pop! "Like A Virgin" de Madonna definitivamente fez até os mais contidos se soltarem nas grandes discotecas! E não foi apenas o público que artista agradou com o hit, já que a maioria das críticas que recebeu após o lançamento foram positivas.

O clipe também chamou muito a atenção de seus fãs, por ter sido filmado em Veneza, com Madonna em uma gôndola vestida de noiv, além das diversas cenas repletas das paisagens mais belas e apaixonantes da cidade.

E não pode-se deixar de mencionar que a música foi a primeira da cantora a alcançar o topo da parada Billboard Hot 100, uma das mais renomadas da música, em diversos países, como Austrália, Canadá etc.

Every Breath You Take — The Police

O próprio hit raíz lançado logo no início da década de 80 chegou a alastrar as principais paradas musicais, sendo reconhecida internacionalmente. "Every Breath You Take" permaneceu no topo da Billboard Hot 100 ao longo de oito semanas consecutivas e também UK Single Chart, por quatro semanas.

O vídeoclipe, dirigido por Godley & Creme, foi elogiado por sua produção cinematográfica por diversos veículos relevantes da época, como MTV, Rolling Stone e VH1, nomeando a obra como um dos melhores de todos os tempo, posicionando em 16º, 61º e 33º lugar resectivamente. Segundo informações coletadas de um dos integrantes da banda, o custo da produção girou em torno de US$75.000 a US$ 100.00, mas em compensação foram vendidos mais de 5 milhões de álbuns, obtendo um retorno no investimento incrível.

No mesmo ano em que foi lançada, a música foi considerada a mais vendida dos EUA e a quinta mais vendida da década. Além de ter sido colocada na posição nº 84 na lista da Rolling Stone das 500 melhores músicas de odos os tempos, também foi inserida na lista das 500 músicas que moldaram o rock do Hall da Fama do Rock and Roll.

Take On Me — a-ha

A canção originalmente lançada em 1984 não obteve tanto sucesso quanto o sucesso, mas logo no ano seguinte, a banda decidiu produzir e gravar uma segunda versão que alncançou a 2ª posição do UK Singles Chart. Meses depois, a músca também chegou a alcançar o topo da Hot 100 Billboard, impulsionado pela divulgação da MTV.

O clipe foi uma das produções mais elogiadas da época, por utilizar efeitos criativos e chamativos com uma animação de esboço a lápis, além da combinação de ação ao vivo, a técnica chamada rotoscopia. Esse feito com certeza impulsionou "Take On Me" para se tornar um suecesso mundial.

Sem contar a quantidade estrondosa de visualizações do vídeo na plataforma do YouTube, lançado há 12 anos atrás, que no momento conta com mais de 1,4 bilhão de vizualizações.

Girls Just Wanna Have Fun — Cyndi Lauper

Outra canção que não podia - e ainda nos dias de hoje não pode- faltar de jeito nenhum faltar na playlist das grandes discotecas, "Girls Just Wanna Have Fun" foi reconhecida na época de seu lançamento como hino feminista, além de ter sido indicada duas vezes ao Grammy na categoria Gravação do Ano e Melhor Performance Vocal Pop Feminina.

Com um custo impressionantemente muito baixo, o videoclipe custou aproximadamente US$35.000 devido a grande parte do elenco ter sido composta por voluntários além do empréstimo gratuito do equipamento.

No mesmo ano em que foi lançada, a música alcançou o 2º lugar na Biilboard Hot 100 dos EUA, além de se destacar em diversas outras lista renomadas, como " Rolling Stone & MTV : '100 Greatest Pop Songs': 1-50", " Rolling Stone : "The 100 Top Music Videos"" e as listas " VH1 : 100 Greatest Videos", que a classificaram em 22º, 39º e 45º lugar, respectivamente.

I Wanna Dance With Somebody (Who Loves Me) — Whitney Houston

O single foi recebido por críticas mistas, que chegaram a elogiar a performance vocal única da artista, mas por outro lado, o arranjo musical não foi muito do agrado do público. Apesar de toda essa recepção um tanto quanto equilibrada, não impediu que se tornasse um grande hit e se alastrasse pelo mundo inteiro.

Dirigido por Brian Grant e coreografado po Arlene Philips, o vídeoclipe conta com aproximadamente 340 milhões de vizualisações na plataforma do YouTube.

Nos Estados Unidos, o single foi certificado 6x platina com vendas de mais de 6 milhões de cópias, além de ter vendido 4,2 milhões de vendas no restante no mundo. Após a morte de Houston, a cançãou retornou ao Billboard Hot 100 estreando na 35ª posição .

Physical — Olivia Newton-John

Curiosamente, antes de chegar as mãos da artista australiana e se tornar um sucesso imediato , "Physical" foi oferecida a diversas estrelas da música, como Rod Stewart e Tina Turner. Em seus primeiros meses após o lançamento, o single chegou a vender aproximadamente 2 milhões de cópias apenas nos Estados Unidos, fazendo com que fosse certificado Platina pela Recordin Industry Assiciation of America (RIAA), além de passar 10 semanas consecutivas na Biilboard Hot 100.

A música foi descrita na época por uma revista reconhecida chamada Smash Hits como uma das mais bem sucedidas revidgoradoras de carreira na memória viva. É claro sendo considerado a maior canção de sucesso da cantora, se tornou o seu quinto topo na Billboard Hot 100 dos EUA.

Quando "Physical" passou 10 semanas consecutivas na parada da Billboard, foi a maior permanência de um single na época, sendo considerada a de mauor sucesso na Billboard de toda a década de 80.

Take My Breath Away — Berlin

Como muitos sabem, a canção da banda estadunidense foi escrita para fazer parte da trilha sonora do filme de sucesso da época, "Top Gun". Não demorou muito tempo após o lançamento, os resultados chegaram e vieram para abalar o mundo da música!

"Take My Breath Away" alcançou o topo das paradas musicais de diversos países , e até mesmo a clássica retentora dos mais icônicos sucessos, Billboard Hot 100. Aqui no Brasil, naquele mesmo ano de lançamento, em 1986, o single foi considerado o segundo mais tocado nas rádios do país.

A obra, além de render muita visibilidade e reconhecimento para a banda na época, também rendeu prêmios renomados como no ano de 1986, como o Globo de Ouro de Melhor Canção Original, e em 1987 com o Oscar de Melhor Canção Original.

I Want To Break Free — Queen

E quem é que não grita e canta fortemente quando escuta essa música na rádio? Com certeza uma das mais nostálgicas que causam os efeitos mais contagiantes, "I Want You To Break Free" da banda lendária Queen, não poderia ficar de fora dessa lista!

Com um vídeoclipe que com certeza deu o que falar na época, a obra se alastrou pelo mundo, sendo muito bem recebida na Europa e na América do Sul, sendo considerada um hino de luta contra a opressão.

A canção alcançou a 45ª posição na parada Billboard Hot 100 dos Estados Unidos, mas teve seu maior destaque no Reino Unido, se posicionando em terceiro lugar e diversas outras colocações favoráveis, liderando paradas da Áustria e Bélgica, por exemplo. Além disso, também foi certificado com Prata, representando 200mil cópias vendidas apenas em território norte-americano.

(I’ve Had) The Time Of My Life — Dirty Dancing

O nome da canção fala por si própria sobre o quanto ela fez sucesso nos anos 80. Fazendo parte de um dos filmes mais cobiçados pelos apaixonados por romances, "Dirty Dancing", o single foi selecionado para encerrar o longa, que é nitidamente uma das cenas mais memoráveis das telenas!

A música teve uma série de reconhecimentos pela indústria, sendo premiada com o Globo de Ouro na categoria Melhor Canção Original, além de ter sido premiada ao Oscar também como Melhor Canção Original e um Grammy Award para Melhor Performance Vocal Pop de Duo ou Grupo.

Em território norte-americano, o single chegou a liderar a Billboard Hot 100, em novembro daquele mesmo ano em que foi lançado, mas permaneceu apenas uma semana. Em compensação, alcançou o topo da parada Adult Contemporary e ficou ao longo de quatro semanas consecutivas

Endless Love — Lionel Richie

Uma das colaborações de maior sucesso da década, "Endless Love" cantada por Lionel Richie e Diana Ross, definitivamente foi um grande presente para aqueles mais apaixonados por histórias de amor, muita melancolia e muito romance!

Na letra insquecível da canção, ambos os cantores declaram um amor sem fim um pelo outro. A balada romântica foi regravada posteriormente por uma variedade de artistas conhecidos, como Luther Vandross, Mariah Carey e Shania Twain.

A Billboard chegou a nomear a versão original da música como o maior dueto musical de todos os tempos, alcançando o topo da Hot 100 e permanecendo por nove semanas consecutivas. Com certeza foi o single mais vendido para a carreira de ambos os artistas.

Heaven — Bryan Adams

Outra canção melancólica e romântica que conquistou o coração de muitos pelo mundo, "Heaven" do cantor canadense Bryan Adams, alcançou o topo da Billboard Hot 100 dos Estados Unidos no ano de 1985. Além disso, a canção foi certificada Ouro no país de origem do artista.

O All Music Guide, banco de dados de música online americano, chegou a elogiar fortemente a obra dizendo que o "arranjo apropriadamente bombástico... sobre o qual Adams oferece sua performance vocal mais eficaz de todos os tempos".

No ano de 1984, o single foi premiado com o Procan ( Performing Rights Organization of America) para airplay de rádio canandes, além de ganhar dez anos depois, ganhou um Prêmio Socan Classics por mais de 100.000 apresentações de rádio canadenses.

Total Eclipse Of The Heart — Bonnie Tyler

O single foi considerado o maior hit de sucesso de toda a carreira da cantora galesa, além de ter liderado o UK Singles Chart e se tornar a quinta obra mais vendida naquele mesmo ano de lançamento no Reino Unido.

E é claro que nos Estados Unidos não poderia ser diferente! Em território norte-americano, a canção passou cerca de quatro semanas consecutivas no topo das principais paradas do país. E não para por ai! Ela também foi indicada a premiação do Grammy para a categoria de Melhor Performance Vocal Pop Feminina.

Quando considerado o globo, a música tem o número de vendas que ultrapassam o marco de 6 milhões de cópias, além de ter sido certificado Ouro pela Recording Industry Association of America (RIAA), poer ter vendido mais de 1 milhão de cópias após seu lançamento.

Forever Young — Alphaville

Por mais que a canção tenha sido um sucesso razoável na Escandinávia e nos países europeus de língua alemã, o seu maior destaque foi nos Estados Unidos. Além disso, foi a obra da banda que foi mais regravada por outros artistas da indústria.

Inicialmente, o single chegou a alcançar a 93ª posição na Billboar Hot 100 dos EUA no ano de 1985, e o top 40 na Hot Dance Music/Club Play Singles dos EUA. Supreendentemenre, quando foi relançado 3 anos depois, no ano de 1988, também alcançou a 65ª colocação na Billboard Hot 100.

 

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.