Quarta, 17 de Agosto de 2022
35°

Poucas nuvens

Plácido de Castro - AC

Justiça Decisão

Acusado de matar jovem com três tiros na zona rural de Rio Branco pega mais de 25 anos de prisão

João Victor Vasconcelos de Araújo foi condenado pela morte de Raimundo Vieira dos Santos, em janeiro de 2021 no Ramal do Macarrão, região do bairro Belo Jardim.

05/08/2022 às 13h30
Por: Agência Plácido Fonte: G1/Ac
Compartilhe:
Raimundo Vieira dos Santos não resistiu aos tiros e morreu após ser baleado três vezes em 2021 — Foto: Arquivo
Raimundo Vieira dos Santos não resistiu aos tiros e morreu após ser baleado três vezes em 2021 — Foto: Arquivo

A 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco condenou, nesta quinta-feira (4), João Victor Vasconcelos de Araújo por matar o jovem Raimundo Vieira dos Santos, de 24 anos, em janeiro de 2021 com três tiros. O acusado pegou 25 anos, 2 meses, 20 dias e 60 multas pelo crime.

Ele não pode recorrer da decisão em liberdade. No mesmo julgamento, o júri absolveu Paulo Henrique Alves Araújo por falta de provas. A reportagem não conseguiu contato com a defesa de João Victor de Araújo

Raimundo dos Santos morreu no dia 27 de janeiro do ano passado no PS de Rio Branco. Ele tinha sido baleado um dia antes no Ramal do Macarrão, região do bairro Belo Jardim, no Segundo Distrito da capital acreana.

Na época, populares informaram à polícia que o rapaz foi surpreendido por vários homens desconhecidos que estavam armados. Ao avistarem a vítima, eles iniciaram os disparos de arma de fogo.

Contudo, a sentença destaca que João Victor Vasconcelos e alguns comparsas foram até a região para matar um desafeto de outra organização criminosa. O grupo encontrou Raimundo dos Santos e perguntou onde ficava a casa da pessoa que eles queriam matar.

A vítima teria indicado a residência e os criminosos saíram. Após alguns instantes, Raimundo dos Santos foi surpreendido com a volta dos criminosos e baleado.

Quando a Polícia Militar chegou no local, a vítima estava caída em uma casa. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e levou Santos para o pronto-socorro em estado gravíssimo. Ele teve perfurações de bala na região do tórax e na perna esquerda, passou por cirurgia e acabou morrendo no dia seguinte.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.