Domingo, 23 de Janeiro de 2022
29°

Pancada de chuva

Plácido de Castro - AC

Geral Acre

Em dezembro, custo da cesta básica representou 45,8% do salário mínimo no Acre

Por Marky Brito e Arlene Pessoa O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), finalizou a pesqui...

13/01/2022 às 12h45
Por: Agência Plácido Fonte: Secom Acre
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre

Por Marky Brito eArlene Pessoa

Ogovernodo Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão(Seplag), finalizou a pesquisa dos custos das cestas básicas de alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal em Rio Branco, iniciadana primeira quinzena do mês de dezembro de 2021. A pesquisa também incluiu o cálculo das horas de trabalho necessárias para um trabalhador assalariado adquiri-las e o gasto de uma família padrão.

Para o cálculo do tempo de trabalho necessário para a aquisição da cesta básica, considerou-se um trabalhador assalariado, com carga horária de 220 horas/mês e remuneração mensal de um salário mínimo em 2021 (R$ 1.100,00). Já a família padrão considerada é composta por dois adultos e três crianças, pressupondo que uma criança consome a metade da provisão de um adulto.

Interrompida em 2018, a pesquisa era realizada em 71 estabelecimentos comerciais de Rio Branco naquele ano. Em 2021, a meta estipulada era de alcançar 50 estabelecimentos, sendo que ao final da pesquisa foi possível coletar os dados em 68 estabelecimentos, compostos por mercados varejistas de grande, médio e pequeno porte, açougues e panificadoras, distribuídos em 38 bairros da capital.

O custo total da cesta básica alimentar para um indivíduo foi de R$ 422,40, sendo o tomate (16,3%), a carne (13,27%) e o pão (12,63%) os três produtos de maior peso entre os quatorze que compõem a cesta alimentar, conforme tabela abaixo. O número de horas de trabalho necessário para um trabalhador adquirir os produtos da cesta básica alimentar foi de aproximadamente 84 horas e 28 minutos.

Tabela do custo total da cesta básica alimentar em Rio Branco (dez/2021).

ProdutosQuantidadePreço da Cesta BásicaParticipação (%)
Arroz3,6 Kg15,203,60
Feijão4,5 Kg33,587,95
Carne2,25 Kg56,0413,27
Frango2,25 Kg30,117,13
Leite6 L28,096,65
Pão6 Kg53,3412,63
Café0,6 Kg16,954,01
Açúcar3 Kg12,032,85
Farinha de Mandioca3 Kg14,413,41
Mandioca6 Kg20,854,94
Tomate9 Kg68,8716,30
Banana7,5 Dz33,277,88
Óleo750 Ml7,741,83
Manteiga0,75 Kg31,927,56
Total422,40100,00

Fonte: Seplag/DEEPI

Já o custo total da cesta básica de limpeza doméstica foi de R$ 60,50, tendo como produtos de maior peso, entre os nove que compõem a cesta, inseticidas (21%), sabão em barra (19,24%), vassoura piaçava (16,53%) e cera para assoalho (16%). O tempo de trabalho necessário para um trabalhador adquirir uma cesta básica de limpeza doméstica foi de aproximadamente 12 horas e 6 minutos. Veja na tabela abaixo.

Tabela do custo total da cesta básica de limpeza doméstica em Rio Branco (dez/2021).

ProdutosQuantidadePreço da Cesta BásicaParticipação (%)
Água Sanitária0,57 L3,405,62
Esponja de AçoPct (8 und)1,953,22
Sabão em Barra1 Kg11,6419,24
Sabão em pó500 g4,797,91
Detergente500 ml2,273,75
Desinfetante285 ml4,066,71
Vassoura Piaçavaunidade10,0016,53
Cera para Assoalho450 g9,6816,00
Inseticida500 ml12,7121,01
Total60,50100,00

Fonte: Seplag/DEEPI

A cesta básica de higiene pessoal para um indivíduo teve um custo total de R$ 20,80, sendo o sabonete (22,17%), o barbeador descartável (21,71%) e o absorvente (20,14%) os três produtos de maior peso entre os cinco que compõem a cesta, conforme tabela a seguir. A quantidade de horas de trabalho necessário para um trabalhador adquirir uma cesta básica de higiene pessoal foi de aproximadamente 4 horas e 9 minutos.

Tabela do custo total da cesta básica de higiene pessoal em Rio Branco (dez/2021).

ProdutosQuantidadePreço da Cesta BásicaParticipação (%)
AbsorventePct (8 und)4,1920,14
Creme Dental90 g3,5517,07
Sabonete2 de 90 g4,6122,17
Papel HigiênicoPct (4 und)3,9318,90
Barbeador DescartávelPct (2 und)4,5221,71
Total20,80100,00

Fonte: Seplag/DEEPI

Considerando os dados apresentados, a participação do valor das três cestas básicas (alimentar, limpeza doméstica e higiene pessoal) no rendimento de um indivíduo que recebia em dezembro de 2021 um salário mínimo de R$ 1.100,00 foi de aproximadamente 45,8%, conforme gráfico a seguir.

Para uma família padrão de dois adultos e três crianças foi estimado um gasto mensal de R$ 1.478,41 com a cesta alimentar, R$ 211,76 com a cesta de limpeza doméstica e R$ 72,80 com a cesta de higiene pessoal, totalizando R$ 1.762,96 por mês. Revertendo esse valor em quantidade de salário mínimo necessário para a subsistência dessa família, o custo estimado para aquisição das três cestas em dezembro de 2021 foi de 1,60 salários mínimos, ou 1,45 salários mínimos, considerando o valor atual de R$ 1.212,00.

Com a continuidade da pesquisa iniciada no dia 11 de janeiro de 2022, será possível analisar e comparar a evolução mensal do custo das três cestas já com o novo salário mínimo de R$ 1.212,00, bem como o tempo de trabalho necessário para sua aquisição e o gasto de uma família padrão, possibilitando que a população use os resultados da pesquisa como referência e o poder público atue para estimular preços justos e evitar abusos ao consumidor.

CliqueAqui para acessar o Relatório da Pesquisa da Cesta Básica de dezembro de 2021.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.