Sexta, 01 de Julho de 2022
31°

Poucas nuvens

Plácido de Castro - AC

Polícia Tragédia

Caçador é preso após matar colega com tiro acidental de espingarda no interior do Acre

Jovem de 18 anos contou que bateu espingarda na parede e ela acabou disparando contra a vítima que morreu no local. Caso ocorreu no sábado (14) na zona rural de Tarauacá.

16/05/2022 às 13h25 Atualizada em 16/05/2022 às 13h54
Por: Agência Plácido Fonte: G1/Ac
Compartilhe:
Homem morre com tiro nas costas no AC e colega de caça preso em flagrante diz que tiro foi acidental — Foto: Divulgação/Google Street View
Homem morre com tiro nas costas no AC e colega de caça preso em flagrante diz que tiro foi acidental — Foto: Divulgação/Google Street View

Manoel Casemiro Rodrigues da Silva morreu após levar um tiro de espingarda nas costas no último sábado (14) no Seringal Tocantins, zona rural do município de Tarauacá, interior do Acre. Um jovem de 18 anos foi preso em flagrante após confessar que foi o autor do disparo, de forma acidental.

O delegado da cidade, Saulo Negreiros, contou que o caso ocorreu no final tarde de sábado e chegou ao conhecimento da polícia somente no domingo (15). Equipes das Polícias Civil e Militar foram ao local e encontraram o autor que relatou como tudo aconteceu.

“O rapaz que efetuou o disparo contou que é caçador, estava na colônia com a arma municiada e quando estava saindo para caçar acredita que bateu o cano da espingarda na parede e acabou efetuando o disparo no colega dele. A equipe foi no local e foi o próprio autor que contou como tudo aconteceu, tentou prestar socorro, mas o rapaz morreu lá mesmo”, contou o delegado.

Após o relato, o jovem foi conduzido para a delegacia da cidade e deve passar por audiência de custódia nesta segunda (16). Segundo o delegado, ele vai ser indiciado por homicídio culposo.

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cruzeiro do Sul para os devidos procedimentos. “E a arma vai ser encaminhada para a perícia em Rio Branco para verificar se ela de fato estava com problema que poderia ter dado esse disparo tão fácil”, concluiu o delegado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.