Segunda, 06 de Dezembro de 2021
25°

Pancada de chuva

Plácido de Castro - AC

Polícia Números da Violência

Em 11 anos, Acre teve quarto maior aumento no índice de crianças e jovens assassinados do país, diz relatório

Os dados levam em consideração o público de 10 a 19 anos, entre 2009 e 2019.

18/10/2021 às 17h30
Por: Agência Plácido Fonte: ContilNet
Compartilhe:
Foto: Agora RN
Foto: Agora RN

A pesquisa “Homicídios na Infância e Adolescência no Brasil”, lançada pela ONG Visão Mundial e divulgada nesta segunda-feira (18), mostra que o Acre registrou um dos maiores índices do país.

Os dados levam em consideração o público de 10 a 19 anos, entre 2009 e 2019.

Segundo o levantamento, nesses onze anos, foram assassinadas no Brasil 107.670 crianças e adolescentes, delas, 76% eram negras, contabilizando 81.512 vítimas, e 93% eram meninos.

Em 2019, os registros das maiores taxas de homicídio foram no Amapá (67%), Bahia (40%), Rio Grande do Norte (40%) e o Acre (35%). A Região Norte se destacou pelo aumento 29% no número de homicídios de jovens.

O aumento das facções criminosas é um dos principais motivos apontados para o crescimento nos índices.

Os dados foram extraídos do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde e dados de projeção da população do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o levantamento foi elaborado em parceria com o Movimento Jovem de Políticas Públicas (MJPOP), o Comitê Cearense Pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, Movimento Independente Mães de Maio e o Movimento Mães da Periferia de vítima Por Violência Policial do Estado do Ceará.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.