Segunda, 06 de Dezembro de 2021
24°

Pancada de chuva

Plácido de Castro - AC

Polícia Pizzaiolo do crime

Pizzaiolo é suspeito de entrar em pet shop fingindo ter animal em caixa e estuprar atendente após assalto no AC

Suspeito foi preso em flagrante quando voltava do trabalho, em Rio Branco, na madrugada dessa terça-feira (23). Homem invadiu estabelecimento na manhã de segunda quando atendente estava sozinha.

25/11/2021 às 08h42
Por: Agência Plácido Fonte: G1/Ac
Compartilhe:
Suspeito foi preso na madrugada dessa terça (23) quando voltava do trabalho em Rio Branco — Foto: Arquivo/Polícia Civil
Suspeito foi preso na madrugada dessa terça (23) quando voltava do trabalho em Rio Branco — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Um pizzaiolo de 20 anos foi preso pela Polícia Civil de Rio Branco, capital do Acre, suspeito de assalto e estupro. Segundo as investigações, o rapaz invadiu um pet shop, anunciou o assalto e abusou sexualmente da atendente.

Após o ato, ele fugiu levando o telefone da vítima, cerca de R$ 100 que estava no caixa do estabelecimento e outros pertences. O crime ocorreu na manhã dessa segunda-feira (22).

Ainda segundo as investigações, o suspeito fingiu que tinha um animal dentro de uma caixa de papelão para entrar no pet shop. A atendente estava sozinha no momento do crime, foi rendida e obrigada a ter relações sexuais com o pizzaiolo.

"Ele confessou o crime. Falou que foi de forma aleatória, que estava passando lá, viu ela sozinha e decidiu entrar. Pegou uma caixa de papelão, fingiu que tinha um cachorro dentro e entrou. Roubou o celular dela, R$ 100 que tinha no caixa, tirou a calça e praticou o ato. Ainda disse que usou preservativo", esclareceu o delegado que atendeu o caso na Delegacia de Flagrantes (Defla), Frederico Tostes.

O suspeito foi preso quando voltava do trabalho na madrugada dessa terça-feira (23). Ele foi reconhecido pelas câmeras de segurança do estabelecimento. Com as imagens, equipes da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) foi em busca do rapaz e fizeram a prisão quando ele chegava em casa, que fica no mesmo bairro do pet shop.

A polícia não quis divulgar o bairro onde o crime ocorreu.

Suspeito fingiu estar armado

Ainda segundo o delegado, o suspeito fingiu que estava armado para render a atendente. A vítima foi ouvida no dia do crime e relatou como o crime tinha acontecido. A atendente foi encaminhada para fazer exames de conjunção carnal e receber atendimento médico.

"Ele confessou que fingiu estar armado. A vítima foi ouvida na hora, assim como os policiais e o autor. Fizemos o flagrante por roubo e estupro. Ele já tem passagem pela polícia, confessou que já praticou assalto, homicídio e outros crimes", complementou Tostes.

O homem confessou também à polícia que tinha feito uso de drogas antes do crime. "Ele é usuário de droga, falou que tinha se arrependido, que estava drogado. Mas, pelo que ouvi, droga nenhuma atrapalhou a decisão dele. É criminoso contumaz, perverso mesmo", concluiu.

Mostrou as partes íntimas

Durante investigações da Deam, as equipes policiais descobriram que o suspeito já tinha ido até o local cerca de 15 dias antes e mostrado as partes íntimas para outra pessoa que estava no estabelecimento. No dia do assalto essa pessoa não estava na loja.

Segundo a polícia, não foi prestada queixa sobre o fato.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.