Quarta, 06 de Julho de 2022
27°

Poucas nuvens

Plácido de Castro - AC

Polícia Chifre quente

Homem descobre ‘chifre’ da esposa, marca encontro com ‘Ricardão’ e o fere a tiros em Rio Branco

Tomé disse que desconfiou que estava sendo traído pela esposa, então, resolveu clonar o aplicativo WhatsApp dela

19/05/2022 às 17h46
Por: Agência Plácido Fonte: Contilnet
Compartilhe:
Tomé foi conduzido para a Delegacia de Flagrantes (Defla), para a tomada das medidas cabíveis. Foto: ContilNet
Tomé foi conduzido para a Delegacia de Flagrantes (Defla), para a tomada das medidas cabíveis. Foto: ContilNet

O funcionário público Jairo de Melo, 30 anos, foi ferido com um tiro em uma emboscada na tarde desta quinta-feira (19), na Via Verde, próximo a terceira ponte, no bairro Praia do Amapá, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

O acusado, identificado como Tomé da Silva Aguiar, 34 anos, que trabalha como pedreiro, disse que desconfiou que estava sendo traído pela esposa, então, resolveu clonar o aplicativo WhatsApp dela, leu as mensagens e se passando pela mulher marcou um encontro com Jairo.

A vítima, que é funcionário público da Secretaria Municipal de Saúde, chegou em um carro modelo HB20, de cor branco e aguardou a chegada da mulher. O acusado Tomé, que estava escondido dentro de uma área de mata às margens da Via Verde, próximo a 3° ponte, saiu armado com um espingarda e mandou Jairo sair de dentro do carro, mas vítima não saiu. Tomé disparou um tiro pelo vidro do automóvel e atingiu Jairo de raspão no ombro e na cabeça.

Populares que passavam pelo local ajudaram Jairo que estava ferido e renderem e prenderam Tomé, que além da espingarda estava com uma faca para matar Jairo. A Polícia Militar foi acionada e esteve no local, dando voz de prisão a Tomé em flagrante por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo e de arma branca.

Populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que, ao chegar no local, prestou os primeiros atendimentos encaminhou Jairo ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

A área foi isolada para os trabalhos da perícia Criminal. O caso será investigado por agentes da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC). Tomé foi conduzido para a Delegacia de Flagrantes (Defla), para a tomada das medidas cabíveis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.