Quarta, 06 de Julho de 2022
27°

Poucas nuvens

Plácido de Castro - AC

Geral Acre

Governo participa do encerramento do 1° Encontro de Etnoturismo da Amazônia, em Rio Branco

Com o objetivo de fortalecer o empreendedorismo e turismo na região amazônica, o Acre foi sede do 1° Encontro de Etnoturismo da Amazônia. O evento ...

22/05/2022 às 09h51
Por: Agência Plácido Fonte: Secom Acre
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre

Com o objetivo de fortalecer o empreendedorismo e turismo na região amazônica, o Acre foi sede do 1° Encontro de Etnoturismo da Amazônia. O evento ocorreu entre os dias 20 e 21 na capital acreana, Rio Branco, e foi realizado pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Empreendedorismo e Turismo (Seet), em parceria com o grupo de trabalho Rotas Amazônicas Integradas (RAI) e a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (EmBratur).  

O evento contou com atividades variadas nos dois dias, que envolveram desde as ações e orientações que a EmBratur, e também como o governo do Acre investe e desenvolve o etnoturismo no estado junto com o fortalecimento das comunidades indígenas. Às 18h do último sábado, 21, se deu o encerramento do encontro, no Hotel Jardins Guesthouse.

O evento aprofundou os participantes na vivência dos povos originários da região amazônica. Foto: Sérgio Ronney/Secom.
O evento aprofundou os participantes na vivência dos povos originários da região amazônica. Foto: Sérgio Ronney/Secom.

De acordo com Jhon Douglas da Costa, titular do Turismo no Acre, o evento é importante para colocar Acre e posteriormente, os demais estados amazônicos em evidência no etnoturismo a nível mundial.

“O Acre é referência no etnoturismo, e por isso o governo do Estado tem investido e colocou prioridade no desenvolvimento e valorização dos povos indígenas, e tem sido demonstrado através do plano de desenvolvimento sustentável, o turismo indígena, que vai orientar as ações que temos voltadas para essa área”, explica.

Durante o encerramento, os convidados participaram de atividades, como: canções tradicionais, pintura corporal e uso das medicinas como a Sananga e o Rapé .

Roda de canções dos povos originários durante a cerimônia de encerramento. Foto: Sérgio Ronney/Secom.
Roda de canções dos povos originários durante a cerimônia de encerramento. Foto: Sérgio Ronney/Secom.

Gentil Venâncio, representante da Embratur em Brasília, e coordenador da gerência na instituição, afirmou que o Ministério do Turismo busca apoiar iniciativas como o encontro, com o objetivo de levar o etnoturismo amazônico para fora do país.

“O primeiro encontro de etnoturismo da amazônia envolve a vocação étnica da região, a natureza, e o princípio do turismo sustentável e responsável. O Peru está consolidado com esse tipo de turismo, então estamos levando essa iniciativa do etnoturismo para fora do país para fortalecer esse turismo de vivência que temos nessa região”, conta.

O evento trouxe toda a vivência da cultura e tradição indígena, e buscou conectar as pessoas ao dia a dia dos povos da floresta, e também destacar a importância dos povos originários para o bioma amazônico.

“A RAI busca promover os produtos turísticos da região norte, e a vinda ao Acre é importante pois o estado dentro do contexto nacional e internacional é uma referência de etnoturismo. Fortalecer o sistema turístico de todos os estados da região norte é o objetivo da nossa instituição”, conclui Bruno Brito, diretor da Secretaria de Cultura e Turismo de Roraima, e coordenador geral do RAI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.