Domingo, 23 de Janeiro de 2022
29°

Pancada de chuva

Plácido de Castro - AC

Noticias Policiais Polícia

Serial killer que come olhos e bebe sangue de vítimas é preso pela PM

Djalma já chegou a ser condenado a mais de 40 anos de prisão por crimes de homicídio em série pela região de Rondônia

13/01/2022 às 16h32
Por: Agência Plácido Fonte: Metrópoles
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

O criminoso Djalma Campos Figueiredo, de 46 anos, que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas foi preso em Cuiabá, na noite dessa terça (11/1), por policiais do 9º Batalhão de Polícia Militar. O “serial killer” estava usando documentos falsos no bairro Tijucal.

De acordo com informações da Polícia Militar, durante checagem no sistema, os policiais constataram que ele é acusado de homicídios em série na região de Ji-Paraná (RO) e de cometer canibalismo com as vítimas.

Segundo a PM, as equipes do 9º Batalhão receberam uma denúncia anônima de que o criminoso estava morando em uma casa no bairro Tijuca  e tinha um mandado de prisão em aberto.

Durante a abordagem, ele se identificou com outro nome. Após checarem no sistema, não encontraram nada. Em seguida, ele informou números de RG e CPF também falsos e acabou recebendo voz de prisão.

Na delegacia, os policiais fizeram buscas e receberam a informação da Polícia Militar de Rondônia de que ele era foragido daquele estado e passou uma cópia do mandado de prisão aos agentes.

Durante consulta, foi constatado que o criminoso se chamava Djalma Campos Figueiredo e tinha um mandado em aberto, com pena de 26 anos e quatro meses de prisão.

Djalma já chegou a ser condenado a mais de 40 anos de prisão por crimes de homicídio em série pela região de Rondônia. Segundo sites locais, após os crimes, ele tinha costume de comer os olhos, as orelhas e beber sangue das vítimas. O criminoso foi colocado à disposição da Justiça.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.